Detetive Particular

Um detetive particular é um investigador que é um autônomo que estudou para se tornar um detetive. Um detetive investiga casos de traição(o serviço mais pedido para detetives), localiza pessoas que estão desaparecidas, fazem levantamento de conduta de pessoas e outros serviços. A profissão no Brasil, está associada ao Conselho de Detetives que dá credenciamento e estipula que estão trabalhando dentro da lei.

Como contratar um detetive particular

Um detetive pode atuar como autônomo, como funcionário de agências de detetives ou até mesmo trabalhando em empresas grandes, ajudando no combate de espionagem contra a empresa. Muitas pessoas querem se tornar um detetive até pelo glamour que se vê em filmes e têm dúvidas de quanto chega a um salário de um detetive particular aqui no Brasil. Para responder essa pergunta é preciso saber quanto tempo o detetive tem de experiência, se for um detetive recém-formado em um curso que têm poucos casos no seu currículo, o salário não vai ser muito alto, mas se o detetive tiver bastante experiências, ele pode pegar casos de até R$ 20.000,00.

Preciso ter faculdade para ser um investigador particular?
Não necessariamente, mas seria algo a mais no seu currículo que iria ajudar a fechar mais casos e facilitar a resolver outros, então, se quiser fazer uma graduação superior, acredito que vai te agregar bastante na profissão. Se fosse para escolher um curso de graduação eu indicaria fazer Direito que irá ajudar a entender melhor as leis criminais ou até mesmo algum curso de Tecnologia da Informação(TI) que irá te dar uma boa noção de varredura eletrônica e resolver casos eletronicamente. Mas mais importante que o curso de graduação é fazer o curso específico de detetive. 
A formação profissional e os cursos são nas áreas de comunicação, direito, eletrônica, fotografia e técnicas de investigação.

Para se tornar um detetive particular é preciso ser muito cuidadoso e atento, pois o seu objetivo principal é ajudar as pessoas, mas nem sempre isso será possível, existem casos que não darão certo e se não for bem cuidadoso, pode acabar até prejudicando a pessoa que te contratou, por isso tenha muita responsabilidade ao investigar. Um detetive particular tem que fazer os cursos necessários, estudar com empenho e precisa estar totalmente familiarizado com a tecnologia avançada em ciência forense para se tornar um bom profissional. Isso é importante para ajudar a resolver os casos que envolvam traição, fraude, roubo ou desaparecimento de pessoas ou animais. Boa capacidade de comunicação com pessoas é essencial para um detetive particularO detetive deve estar em condições de comunicar verbalmente e por escrito, de forma eficaz. Os detetives têm que ser confortável ao falar com suspeitos, vítimas e testemunhas.

No Brasil, não existe uma regulamentação pelo Governo Federal, embora exista o registro no Conselho dos Detetives que não é obrigatório, mas serve para organizar melhor e até dar uma segurança e confiança maior para o cliente na hora da contratação. Mas o mais importante para um detetive particular é a paixão de buscar a justiça.